(11) 4438-8922

A linha 926TRO da empresa ValleSul, que realiza o trajeto Peruíbe-Santos, passando por Itanhaém e Mongaguá, foi desativada pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) no domingo (31). De acordo com o jornal A Tribuna, a justificativa dada pela empresa foi a de que o circular apresenta “graves deficiências na operação já há algum tempo”.

A opção oferecida pela empresa aos usuários foi a utilização de outras linhas – 905 (Peruíbe/ São Vicente) e 905EX1 (Peruíbe/ Praia Grande, via Itanháem e Mongaguá). A EMTU informou que dobrou o número de veículos e do número de partidas da linha 905EX1. Além disso, haverá integração no Terminal Tatico, em Praia Grande, com outras linhas metropolitanas.

Os usuários da agora extinta linha 926TRO que ainda tiverem créditos de vale-transporte terão os valores devolvidos pela EMTU. O procedimento é realizado no posto de atendimento do Terminal Rodoviário de Peruíbe.

Mais informações no site www.emtu.sp.gov.br.

A partir deste domingo (31), os moradores de São Caetano do Sul passarão a pagar R$ 3,70 para usufruir dos ônibus municipais. O decreto que aumentou o valor da tarifa na cidade (antes era R$ 3,50) foi assinado na última sexta-feira (29), conforme divulgou o jornal Destak ABC.

No dia 11 de janeiro, durante reunião do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, a Prefeitura de São Caetano, junto com a de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, havia anunciado que não alteraria o preço do transporte público. O posicionamento foi contrário aos dos prefeitos de São Bernardo, Santo André, Diadema e Mauá, que reajustaram o valor das passagens no dia 9 do mês passado a R$ 3,80.

De acordo com a administração pública de São Caetano, o reajuste de 5,4% na tarifa ficou abaixo da inflação dos últimos 12 meses (10,67%), medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). A passagem a R$ 3,70 é uma das mais baratas entre as cidades do Grande ABC – a de Rio Grande da Serra, por exemplo, foi mantida em R$ 3,40.

Mesmo com o aumento, a Prefeitura assegurou a continuidade do programa de Passe Escolar Gratuito, que abrange os estudantes do Ensino Fundamental, Médio e Superior que usam os ônibus municipais.

Os financiamentos concedidos pela Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista para as pequenas e médias empresas (PME’s) e prefeituras paulistas somaram R$ 353 milhões em 2015, redução de 23% no montante total financiado pela instituição em relação a 2014. No entanto, ao mesmo tempo em que a falta de confiança dos empresários diante da crise resultou na queda dos financiamentos para investimento, o crédito para inovação quase quintuplicou, saindo de pouco mais de R$ 5 milhões em 2014 para R$ 23 milhões no ano passado.

Em um ano de retração no mercado de crédito para pessoa jurídica, motivada principalmente pela queda da demanda, os financiamentos para o setor público, voltados à infraestrutura dos municípios, foram os que tiveram o melhor desempenho, somando 37% do total. O setor de serviços foi responsável por 30%, seguido pela indústria, com 29%, e pelo comércio, com 4%.

De acordo com o levantamento, a Desenvolve SP registrou 196 novos contratos de financiamento em 2015, contra foram 320 em 2014. O presidente da Desenvolve SP, Milton Luiz de Melo Santos, declarou que o cenário de crise econômica desmotiva empresários a realizarem investimentos e ampliações nas empresas. Porém, segundo ele, há muitos que apostam na inovação como oportunidade de crescimento. “Os setores de serviços e a indústria são os que mais sofrem com a crise. No entanto, há muitos que apostam na oportunidade, os financiamentos para inovação cresceram substancialmente no ano passado, passaram de 1% do total desembolsado em 2014 para 7% em 2015”, afirmou Santos.

Para fomentar o investimento em inovação, a entidade ampliou sua atuação no setor. Entre as ações, a Agência lançou no segundo semestre de 2015 o "Movimento pela Inovação", iniciativa que oferece atendimento especializado para empreendedores e pesquisadores com objetivo de encurtar a distância entre a produção de inovação e o mercado. Foram seis eventos em diversos parques tecnológicos do Estado, atraindo mais de 350 pesquisadores e empresários inovadores.

A instituição também buscou aumentar sua presença no mercado de venture capital. Em 2015, a Desenvolve SP investiu R$ 11,3 milhões em fundos de participação, apoiando diversas empresas no desenvolvimento de novas tecnologias, e lançou um novo fundo para investimento em obras de infraestrutura nos municípios paulistas, o InfraPaulista.

Outro destaque foram os desembolsos realizados pela Linha Economia Verde, que financia projetos sustentáveis ligados a melhorias da eficiência energética, hídrica e à redução das emissões de gases causadores do efeito estufa. Foram R$ 36 milhões em 2015, valor 7% superior ao financiado em 2014.

Em relação ao setor público, o maior tomador de crédito da Desenvolve SP em 2015, a demanda foi por linhas de crédito que financiam melhorias na infraestrutura, a adequação e construção de distritos industriais, arenas multiuso, iluminação pública e obras de pavimentação em ruas, avenidas e estradas vicinais.

Assessoria de Imprensa Desenvolve SP - Agência de Desenvolvimento Paulista

Micro e pequenos empresários estão mais cautelosos e evitam fazer novos empréstimos para investir nos negócios. Segundo o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), apenas 9,4% deles afirmaram que pretendem contratar crédito nos três primeiros meses deste ano. A palavra de ordem para quase 70% dos microempresários é economizar.

O indicador de demanda por crédito registrado em dezembro do ano passado pelo SPC foi de 13,14%, contra 16,36% em maio do mesmo ano. O fato de as previsões de queda do PIB para 2016 serem ruins (2,99%, segundo o Banco Central) desestimularam os empreendedores a investir mais.

A cidade de Santos completa nesta terça-feira (26) 470 anos de sua fundação. As comemorações começaram no domingo (24), com um show gratuito do cantor e compositor Lulu Santos na orla da Praia do Gonzaga.  

Outra iniciativa para marcar o feriado é o lançamento do portal Memória Santos pela Fundação Arquivo e Memória de Santos (FAMS). O site – www.memoriadesantos.com.br - permitirá aos usuários acessar artigos, reportagens, mapas, plantas arquitetônicas, fotos e linha do tempo com os principais acontecimentos do município desde sua fundação.

Outros eventos estão programados para hoje: às 9h, haverá passeio ciclístico da Associação Brasileira de Ciclistas e às 20h a Orquestra Sinfônica de Santos e a Roda de Samba Ouro Verde se apresentarão no Teatro Coliseu (Rua Amador Bueno, 237, Centro). A programação completa está no Diário Oficial.

Por causa do feriado municipal, o expediente de alguns serviços públicos de Santos foi alterado. Os serviços essenciais, como o das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), funcionam normalmente.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de Santo André lançou a 2ª Campanha do Selo “Empresa Empreendedora”. A iniciativa visa reconhecer e incentivar as ações de responsabilidade social do empresariado da cidade.

Em 2015, a primeira edição do “Empresa Empreendedora” consagrou as empresas Lilly Modas, pelo projeto de vestir crianças de comunidades carentes; a Nemo Quest Idiomas, por oferecer aulas de inglês também a comunidades carentes; e o Restaurante Senador, por descarte consciente de óleo.

Podem participar da campanha micro e pequenas empresas (MPEs) de Santo André e, também, microempreendedores individuais (MEIs). Os interessados têm até o dia 26 de fevereiro para se inscreverem gratuitamente na Sala do Empreendedor, localizada no Paço Municipal – Praça IX Centenário, s/nº, piso térreo.

ATENÇÃO ASSOCIADOS ASSINGRAFS/ SINGRAFS DE SANTO ANDRÉ: solicitem o Edital e a Ficha de Inscrição da Campanha pelo e-mail

Mais informações: (11) 4433-0471 / 4991-8800

Marcada para o dia 28 de janeiro, em São Bernardo do Campo, a 1ª Rodada de Negócios para Mulheres Empreendedoras do Grande ABC dará oportunidade às empresárias da região de trocarem experiências e encontrarem novas colaboradoras.

O encontro terá palestra sobre e-Commerce, networking e consultoria de beleza.

Para participar, as interessadas poderão realizar inscrição pelo site do evento até o dia 27 deste mês . O ingresso para a Rodada custa R$ 49,90.

A Rodada de Negócios para Empreendedoras será realizada na Juri Treinamentos – Rua Tenente Sales, 229, 3º andar, Centro, São Bernardo -, das 09h às 13h. 

Nesta sexta-feira (22), São Vicente completa 484 anos de sua fundação. A programação de aniversário, iniciada no último sábado (16) e que vai até o dia 30 deste mês, inclui eventos culturais e entrega de serviços à comunidade.

No feriado municipal, por exemplo. a administração implantará o projeto “Educação para Cultura da Paz” na Praça 21 Irmãos Amigos, na Praia do Itararé.

A comunidade também poderá assistir a dois espetáculos: uma apresentação de dança japonesa e a peça teatral “Choro de Saudade”, no Parque Cultural Vila de São Vicente.

A programação completa das festividades está no site da Prefeitura de São Vicente. 

A Epson, fabricante de impressoras e projetores, anunciou a primeira máquina de reciclagem de papel para escritórios. Chamado de PaperLab, o equipamento tem capacidade para produzir papel novo a partir de resíduos de papel triturado, sem precisar de água.

Segundo a empresa, isto é possível por causa da tecnologia Dry Fiber, exclusiva da Epson, que permite a reciclagem sem utilização de água, como é comum nos processos convencionais.

O PaperLab tem design compacto e pode ser instalado em quaisquer tamanhos de escritório. Além disso, permite ao usuário controlar a densidade, espessura e tamanho do novo papel.

Um protótipo do produto foi apresentado ano passado na Eco-Products 2015, feira de tecnologias sustentáveis realizada em Tóquio.

A Epson pretende iniciar a produção comercial do equipamento ainda este ano, no Japão.

Na última segunda-feira (18), os médicos peritos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) anunciaram o fim da greve da categoria, que durava 140 dias. De acordo com o jornal Destak, o retorno ao trabalho só acontecerá no dia 25 deste mês.

A ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) informou que os profissionais darão prioridade às perícias agendadas pela primeira vez por pessoas que ainda não tiveram acesso ao benefício, como auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, por não terem conseguido passar por avaliação.