(11) 4438-8922

Recentemente, publicamos textos sobre as Assembleias Gerais Extraordinária, convocadas para deliberar sobre a Convenção Coletiva de Trabalho 2018-2019, e um comunicado da Abigraf sobre a Instrução Normativa RFB nº 1.817/2018, que dispõe sobre o Registro Especial de Controle de Papel Imune, na "Área Restrita deste site. Todo associado ao SINGRAFS tem acesso ao conteúdo exclusivo da Área deste site.

Para acessá-la, basta utilizar login e senha enviados por e-mail pelo Sindicato. Caso não lembre seu usuário e senha, entre em contato pelo e-mail .

A partir de 23 de outubro, a conta de luz em Santos e em outros 25 municípios de São Paulo ficarão até 19,25% mais caras. O reajuste tarifário será aplicado pela CPFL (Companhia Piratininga Força e Luz) Piratininga após aprovação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), feita na última terça-feira (16).

Para consumidores residenciais (B1), o aumento será de 18,69%. Para os chamados consumidores cativos, os reajustes serão de 18,70% para baixa tensão e 20,18% para alta tensão. O efeito médio para o cliente, segundo a CPFL Piratininga, será de 19,25%.

Segundo a Companhia, as variações de custos associados à prestação de serviços, os gastos para aquisição de energia e o risco hidrológico por conta da estiagem entraram para o cálculo do novo índice.

Em agosto, as cidades de Itanhaém, Mongaguá e Bertioga tiveram as tarifas de energia elétricas reajustadas em até 26,75%. Para saber mais, clique aqui.

O Governo Federal anunciou que o início do horário de verão será em 4 de novembro, após ter adiado para o dia 18 do próximo mês em razão de pedido feito pelo Ministério da Educação. Terão que adiantar os relógios em uma hora o Distrito Federal e as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Em dezembro do ano passado, um decreto foi assinado reduzindo em duas semanas o horário de verão por causa das eleições. O adiamento para 18 de novembro tinha como objetivo não atrapalhar os candidatos do Enem, que poderiam, pela mudança de horário, ter problemas para chegar aos locais de prova.

De acordo com a Agência Brasil, a manutenção do dia 4 de novembro se deveu após estudos do Ministério de Minas e Energia e Transportes terem concluído que seria inviável uma nova alteração.

O horário de verão foi criado em 1931, com o objetivo de economizar energia elétrica. A partir de 2008, por decreto (nº 6.558), ele passou a começar "a partir de zero hora do terceiro domingo do mês de outubro de cada ano, até zero hora do terceiro domingo do mês de fevereiro do ano subsequente".  

O Informe Conjuntural da CNI (Confederação Nacional da Indústria) reduziu de 1,6% para 1,3% a projeção para crescimento da economia para 2018. De acordo com a Agência Brasil, o documento é relativo ao terceiro trimestre do ano (meses de julho a setembro) e foi divulgado na última quinta-feira (11).

As estimativas para o PIB (Produto Interno Bruto) também caíram, passando de 1,8% previsto em junho para 1,3%. As quedas têm como justificativas as incertezas sobre o resultado das eleições e o programa econômico do futuro governo.

Outros índices que apareceram no levantamento foram os de consumo das famílias (1,9%, diminuição de 0,1% sobre o projetado em junho) e taxa de desemprego da população economicamente ativa (12,2%, queda de 0,2% em relação ao período anterior). Os dados também preveem o aumento da Dívida Bruta do Setor Público, saindo dos 76,3% citados em junho e atingindo 77,1%.

Para ver a integra do Informe Conjuntural da CNI, clique aqui.

Em razão do feriado nacional do dia 12 de outubro, não haverá expediente na ASSINGRAFS e no SINGRAFS.

Retornaremos no dia 15, segunda-feira, das 8h às 18h.

A campanha "Leia para uma Criança", do Banco Itaú, pretende distribuir 1,8 milhão de kits de livros. A inscrição para receber uma das obras selecionadas começa nesta quarta-feira (10) e poderá ser feita por qualquer pessoa, independente de ser cliente ou não do banco.

De acordo com o publicado pelo jornal O Estado de S.Paulo, cada kit conterá dois títulos, que foram selecionados por meio de edital. Um deles será "Malala, a Menina que Queria Ir para a Escola". A obra conta a história de Malala Yousafzai, paquistanesa que foi baleada na cabeça durante ataque de militantes do Talibã quando voltava para casa depois da aula. Atualmente, ela é ativista em prol da educação e é a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz.

Neste link, é possível acessar alguns títulos de literatura infantil em formato digital. Mais informações sobre a ação podem ser encontradas no site do Itaú.

A EFI (Electronics For Imaging) anunciou o nome do novo CEO (Chief Executive Officer) da companhia. O Conselho Diretor nomeou William (Bill) D. Muir como diretor executivo, sucedendo Guy Gecht, que continuará atuando como conselheiro.

Muir trabalhou como diretor de operações da Jabil, empresa de soluções de produtos, e assumirá o novo cargo em 15 de outubro de 2018, data em que será recebido pelo Conselho da EFI.

O Estado de São Paulo decidirá seu próximo governador em segundo turno, marcado para 28 de outubro. Estão na disputa João Doria (PSDB), ex-prefeito da capital, e Márcio França (PSB), que assumiu o governo estadual após Geraldo Alckmin deixar o posto para se candidatar a presidente.

O eleitorado paulista, segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), representa 33.042.545 de pessoas. O domingo (07) reportou 78,47% de comparecimento às urnas e 21,53% de abstenção para decidir quem assumirá a administração estadual a partir de janeiro de 2019.

O segundo turno também elegerá o próximo presidente do Brasil. Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) estão na disputa. Em São Paulo, Bolsonaro teve mais de 12 milhões de votos, enquanto Haddad totalizou mais de três milhões.

Os novos senadores eleitos foram Major Olímpio (PSL) e Mara Gabrilli (PSDB).

Para conferir os dados sobre as Eleições deste ano, consulte o site do TSE.

A Ipsis Gráfica e Editora, de Santo André, é finalista do 60º Prêmio Jabuti. Os nomes dos concorrentes - que inclui autores, editoras, capistas, ilustradores, bibliotecas e canais do YouTube – foram divulgados na última quinta-feira (04) pela CBL (Câmara Brasileira do Livro).

A premiação é dividida em 18 categorias, que incluiu 10 trabalhos em cada. São elas: Conto, Crônica, Histórias em Quadrinhos, Infantil e Juvenil, Poesia, Romance, Tradução (Eixo Literatura); Artes, Biografia, Ciências, Economia Criativa, Humanidades, (Eixo Ensaios); Capa, Ilustração, Impressão, Projeto Gráfico (Eixo Livro); Formação de Novos Leitores e Livro Brasileiro Publicado no Exterior (Eixo Inovação).

A Ipsis concorre na categoria Impressão com as obras “Bruno Dunley”, “Rubens Matuck: tudo é semente” e “Teatro Sesc Anchieta”. As duas últimas foram produzidas para a Edições Sesc São Paulo e a primeira para a Associação para o Patronato Contemporâneo.

Os vencedores de cada categoria ganharão o troféu Jabuti e R$ 5 mil. O autor ou a autora do Livro do Ano serão premiados com R$ 10 mil. Todos serão conhecidos em cerimônia no dia 8 de novembro.

Clique aqui para ler a lista completa dos finalistas.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou, nesta quinta-feira (04), a Demografia das Empresas e Empreendedorismo 2016. O levantamento mostrou que, naquele ano, a taxa de entrada de empresas chegou a 14,5%. O índice caiu pela sétima vez consecutiva e registrou o menor índice desde 2008.

A taxa de entrada é a relação entre o número de empresas que entraram no mercado e o total de empresas. Em 2016, 648,5 mil novos negócios foram abertos, em um total de 4,5 milhões de empresas ativas naquele período.

O estudo revelou, também, a taxa de saída – relação entre o número de empresas que fecharam e o total de empresas. O índice cresceu no ano assinalado, marcando 16,1%.

Outra queda registrada foi a de pessoal assalariado. Cerca de 1,6 milhão de pessoas a menos foram contabilizadas no grupo (queda de 4,8%), a segunda redução consecutiva.

No quesito empreendedorismo, 2016 observou 20.998 empresas de alto crescimento em atividade. No comparativo com 2015, houve diminuição de 18,6% neste tipo de negócio.

O índice de sobrevivência das empresas chegou a 85,5%, considerado o maior já atingido pela série iniciada em 2008. Isto significa que 3,8 milhões de empresas mantiveram suas portas abertas entre 2015 a 2016.

Para ver o estudo completo, clique aqui.