(11) 4438-8922

O prazo para a entrega da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) termina na próxima sexta-feira (05). Segundo a Agência Brasil, a multa pelo atraso no envio dos dados do ano-base 2018 varia entre R$ 425,64 a R$ 42.641, dependendo do tempo e do número de colaboradores registrados na empresa.

Estão obrigadas a enviar a RAIS todas as empresas com CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) ativo na Receita Federal entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano passado. Apenas MEIs (Microempreendedores Individuais) que não tenham contratado funcionários estão isentos.

As empresas que tiveram CNPJ ativo durante apenas um dia em 2018 ou que não tiveram empregados no período deverão preencher a RAIS negativa. A declaração deverá ser feita pela internet. Para saber mais, clique aqui.

O Banco Central (BC) reduziu de 2,4% para 2% a projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro para este ano. O que impulsionou a queda foi o resultado inferior ao esperado obtido durante o último trimestre de 2018. A informação faz parte do Relatório de Inflação, divulgado a cada trimestre pelo órgão.

Outros fatores que influenciaram a retração foram a redução estimada para safra agrícola, moderação no ritmo de recuperação da economia e os desdobramentos da tragédia em Brumadinho, Minas Gerais, em relação à indústria extrativa. De acordo com o relatório, este setor sofrerá recuo de 7,6% para 3,2% de sua produção.

O Banco Central também analisou os setores agropecuário, terciário (que engloba comércio e serviços), o consumo das famílias, exportações e importações de bens e serviços, investimentos, taxa de câmbio e inflação (taxa Selic e IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Para saber mais sobre as projeções econômicas, clique aqui.

Com informações da Agência Brasil.

Os livros sobre autoajuda e desenvolvimento pessoal caíram no gosto do público brasileiro. Na lista dos 10 títulos mais vendidos no País, divulgado pela Nielsen, as obras mais bem colocadas enquadram-se nessa classificação. Foram elas “O Milagre da Manhã” e “A Sutil Arte de Ligar o F*da-se”.

A relação considerou o período entre 4 a 10 de março. O Top 10 incluiu, ainda, livros didáticos e guias de estudo, vendas e marketing, literatura infantil, finanças e contabilidade e livros que abordam carreira e sucesso.

As editoras melhores posicionadas foram o Grupo Editorial Record, Intrínseca, Editora Saraiva, Other Publisher Groups, Editora Sextante, Gente, Ediouro e HarperCollins Brasil.

Você pode conferir o Top 10 dos livros mais vendidos no Brasil aqui.

Em abril, profissionais da indústria de impressão poderão participar da segunda edição do treinamento sobre a metodologia G7. A ser realizado na Escola SENAI Theobaldo De Nigris, em São Paulo, a capacitação será promovido pela Idealliance Latin America, EFI e Ricoh.

A metodologia G7 é o conjunto global de especificações da Idealliance para obtenção do equilíbrio de tons cinzas. De acordo com a EFI, é a força motriz para similaridade visual em todos os processos de impressão.

O treinamento, aberto ao público, será feito durante três dias inteiros. Os participantes realizarão atividades práticas e acompanharão demonstrações especializadas sobre metodologia e implementação, controle de processo, otimização e padrão de impressão para o gerenciamento de cores.

O curso será ministrado por Marcelo Escobar e, ao final, todos os alunos poderão se certificar como G7 Experts.

SERVIÇO:

Treinamento G7
Datas: 10 a 12 de abril
Local: Escola SENAI Theobaldo de Nigris - Rua Bresser, 2.315, Mooca, São Paulo – SP
Inscrições: - A/C Marcelo Escobar | (11) 97580-3403

A Ibema anunciou o lançamento do Ibema Ritagli, papelcartão triplex pós-consumo com fundo branco e apelo sustentável. O material tem qualidade premium e é composto por fibra de celulose branqueada e fibras recicladas.  

O novo papelcartão, segundo a marca, tem brancura única e superior à concorrência. A rigidez também distingue o material de outras embalagens recicladas. Ele é indicado para atender os mercados de cosméticos, alimentos pré-embalados e farmacêutico.

O Ibema Ritagli poderá ser encontrado nas gramaturas de 250g, 275g, 300g e 350g. 

Para mais informações, clique aqui

A EFI e a Coralis anunciaram a inauguração do Fiery Digital Experience Center, em São Paulo. A Escola SENAI Theobaldo De Nigris, localizada na Mooca, foi escolhida para sediar este projeto, pioneiro em todo o mundo para a linha Fiery.

A Coralis é a distribuidora oficial da EFI Fiery no Brasil e líder em soluções para gerenciamento de cor. A empresa destinará aos profissionais do mercado de pré-impressão, design, gráfico, embalagens, plásticos, têxtil, tintas, automotiva, entre outros segmentos da indústria, um ambiente exclusivo de inovação e excelência, onde estarão expostas as soluções da linha Fiery.

Começa nesta quarta-feira (20) a FESPA Brasil | Digital Printing 2019. O evento, com entrada gratuita, é direcionado aos grandes formatos, comunicação visual e sublimação. Nele, os visitantes conhecerão as principais novidades para segmentos de impressão promocional, rótulos, comunicação visual, indústria têxtil, decoração, vestuário, entre outros.

Além dos estandes de grandes marcas fornecedoras de equipamentos, tintas e outros insumos, será possível participar de congressos técnicos gratuitos, palestras, debates e ver o campeonato de envelopamento automotivo CAMBEA #9.

Durante a FESPA, também acontecerão a Ilha da Sublimação, a Digital Textile Conference, a Academia da Impressão Digital e a Inteligência Gráfica (evento que abordará gestão, empreendedorismo e tendências futuras para negócios no setor gráfico).

SERVIÇO

FESPA Brasil | Digital Printing 2019
Datas e Horários: de 20 a 23 de março; quarta a sexta, das 13h às 20h; sábado, das 10h às 17h
Local: Expo Center Norte – Pavilhão Azul
Rua José Bernanrdo Pinto, 333, Vila Guilherme, São Paulo – SP
Transfer gratuito saindo da Estação Portuguesa-Tietê
Cadastramento e Informações: www.fespabrasil.com.br

Nesta terça-feira (19), Ribeirão Pires completa 65 anos. O aniversário da Estância Turística será comemorado juntamente com o dia do santo padroeiro do munícipio, São José. A banda Inimigos da HP se apresentará, às 20h, na Praça da Matriz.

As celebrações começaram em 9 de março, com a tradicional Festa de São José, na Igreja da Matriz. O show deste dia 19 terá entrada gratuita.

Fazem parte da programação de aniversário missas, procissão, quermesse, bingo e apresentações musicais.

Com informações da Prefeitura de Ribeirão Pires.

Em janeiro deste ano, São Paulo registrou queda de 1,8% de sua produção industrial. Na comparação com o mesmo período de 2018, o recuo foi de -5,3%, índice maior que a média nacional (-2,6%). As informações integram a PIM (Pesquisa Industrial Mensal) Regional do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgado nesta quinta (14).

Na última quarta (13), os dados referiam-se à produção industrial brasileira, que também caiu (-0,8%) na passagem de dezembro de 2018 para janeiro de 2019. A PIM Regional complementa a nacional, e detalha os índices estaduais e por região do País.

Você pode ler a íntegra da Pesquisa aqui.

Em janeiro, a produção industrial brasileira caiu 0,8% em relação a dezembro de 2018. Na comparação entre janeiro-2018 e janeiro-2019, o índice registrou queda de 2,6%. Os dados fazem parte do levantamento PIM (Pesquisa Industrial Mensal), realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística) e divulgado nesta quarta-feira (13).

A queda registrada na passagem de dezembro para janeiro interrompe a variação positiva detectada no mês anterior (0,2%). Entre as quatro grandes categorias econômicas consideradas pelo PIM, três tiveram resultado negativo na passagem do mês: bens de capital (-3%), bens intermediários (-0,1%) e bens de consumo semiduráveis e não duráveis (-0,4%).

Dos 26 ramos industriais estudados, 13 recuaram. Os principais destaques negativos foram os de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-10,3%); outros equipamentos de transporte (-5,1%); couro, artigos para viagem e calçados (-3,2%); máquinas e equipamentos (-2,9%); celulose, papel e produtos de papel (-2,6%); indústrias extrativas (-1%); coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-0,8%); e veículos automotores, reboques e carrocerias (-0,5%).

Para saber mais sobre os resultados, clique aqui.