(11) 4438-8922

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) lançou o livro “Como Fazer os Juros Serem Mais Baixos no Brasil”, em versões física e digital (ebook), e o está distribuindo gratuitamente em livrarias e pela internet. A obra foi feita pelo corpo técnico da entidade, composto por economistas, advogados, tributaristas e consultores econômicos.

O material tem edição limitada e está presente em livrarias selecionadas de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. A lista dos estabelecimentos pode ser vista aqui.

A obra da Federação faz parte de uma campanha veiculada em jornais de grande circulação e em comerciais de televisão, estrelados pelo ator Dan Stulbach. Nela, a Febraban propõe medidas que “permitirão ao sistema bancário praticar os juros e spreads de que o Brasil precisa para crescer mais”.

A EFI anunciou novos recursos para a impressora Nozomi C18000, voltada a produção de embalagens de papelão corrugado. Os destaques, que serão apresentados durante feira em Paris, França, são a nova tinta branca e soluções de fluxo de trabalho, como EFI Corrugated Packaging Suite e EFI Escada.

Além de já permitir a impressão tradicional (CMYK) e em laranja e roxo, a máquina da EFI abrangerá a cor branca, o que aumentará os recursos dos usuários na produção de embalagens feitas diretamente no revestimento do papelão kraft marrom, por exemplo. O equipamento contará, também, com modo PHOTO (permite a combinação de até 97% de cores PANTONE em seis cores sem limite de consumo de tinta), modo POP (reduz levemente a gama de cores sem grande diferença na aparência final do produto) e modo ECO (trabalha com gama de cores restrita e menor consumo de tinta).

O EFI Corrugated Packaging Suite é direcionado para a produção de materiais corrugados em fábricas de caixas e folhas e empresas de sinalização que usam a matéria-prima. Já o EFI Escada ajuda os usuários a aumentarem a lucratividade, obter maior eficiência e produtividade e a reduzir o tempo de inatividade e desperdício.

A Nozomi C18000 é um equipamento de impressão digital a jato de tinta de passada única e ultrarrápida e recebeu o título de Produto do Ano pela associação SGIA da indústria.

As informações foram dadas pela assessoria de imprensa da EFI.

A produção industrial brasileira fechou outubro com alta de 0,2% comparada a setembro, após três meses de quedas consecutivas. No acumulado do ano, o resultado foi de 1,8%, e nos últimos 12 meses, foi de 2,3%. As informações foram divulgadas nesta terça (04) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e fazem parte da PIM (Pesquisa Industrial Mensal).

Na comparação feita entre outubro de 2018n e outubro de 2017, a taxa atingida foi de 1,1%. O acúmulo de resultados negativos foi de 2,7% na atividade.

A alta no mês alvo da PIM se deveu ao desempenho positivo apresentado pelas indústrias de máquinas e equipamentos (8,8%), de bebidas (8,6%), extrativas (3,1%) e de veículos automotores, reboques e carrocerias (3%).

Já os resultados negativos foram representados pelos setores de metalurgia (-3,7%), produtos alimentícios (-2%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,2%).

Para ver a íntegra da Pesquisa Industrial Mensal, clique aqui.

De acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), a cada 38 minutos, um homem morre no Brasil em decorrência do câncer de próstata. A enfermidade é o tipo mais comum entre eles e atinge 28,6% da população masculina.

A doença cresce de forma lenta e, em seu início, pode não apresentar sintomas. As idades de atenção, em que a enfermidade pode ser detectada, são: 45 anos (menos frequente), 55 e 65 anos (mais frequente). As chances de ter câncer de próstata aumentam com a idade, por isso a importância de se realizar o diagnóstico precoce.

Homens negros têm mais chance (60%) de desenvolver câncer de próstata.

Sintomas:

No início, não apresenta sintomas. Por isto, é importante a realização de exames preventivos;
Dificuldades em urinar;
Vontade de ir ao banheiro para urinar muitas vezes durante o dia e à noite;
Demora para começar e terminar de fazer xixi;
Presença de sangue na urina;
Na fase avançada, pode provocar dor óssea;
No estágio mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Os fatores de risco são:

Obesidade e sobrepeso;
Má alimentação;
Consumo excessivo de bebida alcóolica;
Tabagismo;
Sedentarismo.

O exame de toque retal não deve ser encarado com preconceito. Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados por meio deste procedimento. O exame de sangue (PSA – antígeno prostático específico) e biópsias poderão ser solicitadas em caso de suspeita do desenvolvimento da doença.

A taxa de desocupação no Brasil de agosto a outubro deste ano foi de 11,7%, queda de 0,6 ponto na comparação com maio a julho (12,3%). O dado faz parte da PNAD Contínua, divulgada nesta quinta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na comparação com o mesmo período de 2017, que registrou índice de desocupação de 12,2%, também houve redução (-0,5 ponto).

O total da população desocupada no trimestre avaliado foi de 12,4 milhões. Já a população ocupada totalizou 92,9 milhões – alta de 1,4% em relação ao período anterior. A taxa de subutilização da força de trabalho foi de 24,1%; e a população subutilizada contabilizou 27,2 milhões de brasileiros – número considerado estável.

A porcentagem de pessoas desalentadas também ficou estável (4,3%) no período, porém aumentou em relação ao ano passado, quando registrou 3,9%.

Para ver a íntegra da PNAC Contínua, clique aqui.

Realizada na noite da última terça-feira (27), a cerimônia do 28º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini laureou três gráficas da base territorial do SINGRAFS. São elas a Geo-Gráfica e Editora, associada de Santo André; Ipsis Gráfica e Editora, também andreense; e Escala 7 Gráfica e Editora, de Diadema.

A Geo-Gráfica concorria com outros quatro trabalhos, incluindo na categoria Sustentabilidade Ambiental, e ganhou nos segmentos Livros de Texto (Edgar Allan Poe Vol. 2), Livros Infantis/Juvenis (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban) e o troféu do Grand Prix como Melhor Impressão Offset Plana pela obra da Editora Rocco.

A Ipsis sagrou-se vencedora nos segmentos Livros Culturais e de Arte (Livro Magna – Cristiano Xavier); Revistas Periódicas de Caráter Variado sem Recursos Gráficos Especiais (Revista Nacional nº 10); Revistas Periódicas de Caráter Variado com Recursos Gráficos Especiais (Revista FFW nº 43/2017); e Revistas Institucionais (Revista Zum 14). No começo deste mês, a gráfica havia ganhado o 60º Prêmio Jabuti na categoria Impressão.

Já a Escala 7 venceu nas categorias Embalagens Semirrígidas com Efeitos Gráficos (Cartucho Tanqueray 1 Litro + 2 Taças) e Displays e Materiais de Ponto de Venda de Chão (Display Thor: Ragnarock). Esta última obra também foi premiada no 1º Prêmio Paulista de Excelência Gráfica Luiz Metzler, realizado em outubro.

Outras gráficas associadas concorreram ao Prêmio Fernando Pini deste ano: Hawaii Gráfica e Editora, Mácron Indústria Gráfica e Neoband Soluções Gráficas.

A 28ª edição do Prêmio Fernando Pini foi realizada pela ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica). Mais informações no site do evento.

O SINGRAFS e a ASSINGRAFS parabenizam os vencedores!

O Sebrae oferece, gratuitamente, o curso Simples Nacional. Nele, microempresários e proprietários de pequenos empreendimentos poderão saber mais sobre o regime de tributação simplificado e quem pode optar por ele.

O curso é ministrado online e tem duração de 15 dias, cada um com três horas de aula.

As inscrições devem ser realizadas no site do Sebrae.

A ABIEA (Associação Brasileira das Indústrias de Etiquetas Adesivas), com coordenação técnica da ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica), realizará a sexta edição do Prêmio Brasileiro de Excelência em Etiquetas e Rótulos Autoadesivos. Os vencedores serão conhecidos em março de 2019, durante a feira Flexo & Labels.

A premiação terá quatro grupos de categorias, divididas em A) Marketing – Produto Final; B) Processos de Impressão; C) Produtos; e D) Inovação. Os quesitos para avaliação são: pré-impressão, impressão, acabamento, funcionalidade e design gráfico. Os três primeiros itens têm peso 2, e os demais peso 1.

As inscrições dos trabalhos começaram em outubro e vão até 31 de janeiro do ano que vem. Os valores para associados ABIEA são diferenciados, e os adimplentes garantem a gratuidade da inscrição do primeiro produto.

Mais informações no site www.premioabiea.org.br.

O 6º Prêmio Brasileiro de Excelência em Etiquetas e Rótulos Autoadesivos tem o apoio da Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica) Nacional.

A cerimônia de entrega dos troféus do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini 2018 será realizada nesta terça-feira (27), no Espaço das Américas, São Paulo. A premiação foi criada em 1991 para reconhecer o nível dos trabalhos produzidos pela indústria gráfica.

Serão premiados fornecedores, designers e gráficas do setor. Entre os finalistas, destaques para a Geo-Gráfica e Editora, Ipsis Gráfica e Editora e Hawaii Gráfica e Editora, sediadas em Santo André; e Escala 7 Gráfica e Editora, localizada em Diadema. A lista com todos os nomes e categorias pode ser acessada aqui.

A ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica) é a realizadora do Prêmio Fernando Pini. O SINGRAFS é uma das entidades apoiadoras.

Após anunciar o fechamento de 20 pontos de venda, a rede de livrarias Saraiva entrou com pedido de recuperação judicial. A empresa não teria conseguido entrar em acordo com fornecedores para renegociar dívidas que, segundo o jornal O Globo, chega a R$ 675 milhões.

Segundo a companhia, este pedido não alteraria o funcionamento das lojas pelo País nem do comércio eletrônico.

De acordo com a PublishNews, dois credores da Saraiva, Softronic Comercial Distribuição de Produtos Ltda. e Haikai Design Eireli ME, entraram na Justiça pedindo recuperação judicial à livraria. As duas empresas protestam o pagamento de dívidas que somam R$ 265.355,32.

O Globo informou que, no período de janeiro a setembro de 2018, o prejuízo líquido acumulado pela maior rede de livrarias do Brasil foi de R$ 103 milhões. O montante foi superior ao registrado no ano anterior (-R$ 50 milhões).

A Leitura fez ofertas para assumir cinco lojas fechadas pela Saraiva. A marca, que ocupa o posto de segunda maior rede de livrarias no País, atua fora do eixo Rio-São Paulo.

A Cultura também foi outra livraria que entrou com pedido de recuperação judicial, após encerrar as operações da Fnac no Brasil, fechando as lojas físicas.