(11) 4438-8922

Na última terça-feira (26), a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC lançou a campanha “MEI é Assunto Sério”, com apoio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), prefeituras e do Consórcio Intermunicipal Grande ABC. O projeto é direcionado à capacitação de cerca de 204 mil Microempreendedores Individuais presentes na região.

Além de disponibilizar cursos de aperfeiçoamento, voltados a técnicas de vendas e implantação de e-commerce, a iniciativa pretende auxiliar os empreendedores a regularizar pendências. De acordo com o Diário do Grande ABC, uma pesquisa feita pela Agência revelou que a taxa de inadimplência entre os MEIs da região chegou a 40,7% em setembro do ano passado.

A abordagem da campanha será feita por meio de envio de panfleto virtual aos números de celulares ou e-mails cadastrados nas prefeituras das sete cidades. Um link direcionará os interessados à plataforma de serviços. 

Fonte: Diário do Grande ABC.

O ICEI (Índice de Confiança do Empresário Industrial) do setor de Impressão e reprodução de gravações caiu 2,1 pontos na passagem de março para abril, totalizando 55,8 pontos. Dos 29 setores analisados, esteve entre os 10 que apresentaram quedas no indicador. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (26) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Outros que tiveram retrações em abril foram Calçados e suas partes (-3,7 pontos, passando de 58,8 para 55,1 pontos); Produtos de metal (-2,2 pontos, de 56,5 para 54,3 pontos); Máquinas e equipamentos (-1,5 pontos, indo de 57,4 para 55,9 pontos); Couros e artefatos de couro (-1,3 pontos, indo de 57,4 para 56,1 pontos); Produtos de madeira (-0,3 ponto, indo de 58,1 para 57,8 pontos); Produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-0,2 ponto, indo de 58,8 para 58,6 pontos); Bicombustíveis (-0,2 ponto, de 55,9 para 55,7 pontos); Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e outros (-0,1 ponto, de 54,2 para 54,1 pontos); e Produtos têxteis (-0,1 ponto, passando de 53 para 52,9 pontos).

No geral, o ICEI da Indústria da Transformação subiu de 55,1 pontos, em março, para 56,8 pontos em abril. O indicador de confiança do setor de Celulose, papel e produtos de papel aumentou 2,1 pontos, totalizando 57 pontos.

Por região, o indicador mostrou que a confiança dos empresários industriais do Sudeste se manteve em alta, atingindo 55,8 pontos em abril (+2,2 pontos). Por porte, as grandes empresas se destacaram, somando 56,6 pontos contra 54,8 pontos de março (+1,8 pontos). As médias totalizaram 57,1 pontos, contra 55,4 pontos no mês anterior (+1,7 pontos); e as pequenas 56,4 pontos (+0,7 ponto).

Para saber mais sobre o ICEI Setorial de abril, clique aqui.

Na semana passada, o Grupo Editorial Alta Books formalizou a aquisição da Editora Alaúde e da Tordesilhas Livros. Há mais de duas décadas no mercado, a empresa, sediada no Rio de Janeiro, planeja expandir seu portfólio e participação no segmento editorial lançando 300 novos títulos nos próximos doze meses.

O catálogo da Alta Books, agora, engloba os selos Alta Books, Alta Novel, Alta Cult, Alta Life, Alaúde, Tordesilhas e Tordesilhinhas, com obras da literatura infantil e contemporânea, além de best sellers nas áreas da saúde, filosofia, espiritualidade, desenvolvimento pessoal e gastronomia.

Fonte: PublishNews.

Nesta sexta-feira (22), a cidade de Itanhaém completa 490 anos de sua fundação. Para celebrar o aniversário, a Prefeitura divulgou a programação de atividades e homenagens, que incluem hasteamento da bandeira, desfile cívico na Orla do Centro e apresentações musicais.

As festividades se estendem ao final de semana. Os munícipes e turistas que estiverem aproveitando o feriado prolongado poderão ver os shows dos grupos Sambô e d´Os Barões da Pisadinha no sábado (23), a partir das 18h, na Praia do Cibratel (em frente ao Pocinho de Anchieta). A entrada é gratuita.

Fonte: Prefeitura de Itanhaém.

Informamos que, nesta quinta-feira (21), não haverá expediente ASSINGRAFS-SINGRAFS em razão do feriado nacional de Tiradentes.

Atenderemos normalmente na sexta (22), das 8h às 17h30.

Levantamento da CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostrou que a falta ou alto custo de matérias-primas se mantém como o principal problema enfrentado pelos empresários industriais nos três primeiros meses do ano. Mesmo com redução de um trimestre para outro (de 60,6 pontos para 58,8 pontos), o tema continua liderando o ranking de preocupações citadas na Sondagem Industrial.

Outros tópicos que ganharam destaque foram: demanda interna insuficiente (aumentou de 23,1 pontos para 25,5 pontos), taxas de juros elevadas (de 14,2 pontos para 20,8 pontos), logística de transporte (alta de 11,8 pontos para 13,8 pontos), falta de capital de giro (de 10,9 pontos para 11,7 pontos), burocracia excessiva (de 7,9 pontos para 9 pontos), e falta de financiamento a longo prazo (de 5,8 pontos para 7 pontos).

De acordo com a Sondagem, o indicador que mede a satisfação com o lucro operacional caiu de 47,2 pontos para 44,2 pontos no primeiro trimestre do ano, encerrando a estabilidade verificada nos últimos três trimestres. O indicador sobre as condições financeiras das empresas também recuou, passando de 51,7 pontos para 49,3 pontos. Todos os dados abaixo dos 50 pontos indicam insatisfação.

Os resultados da Sondagem Industrial do primeiro trimestre de 2022 foram divulgado na última terça-feira (19). Clique aqui para acessá-los.

O SINGRAFS operacionaliza três tipos de Contribuições Sindicais: a Confederativa, a Assistencial Patronal e a Mensalidade Associativa.

A Confederativa é emitida em janeiro, e auxilia a manter Confederações, Federações e Sindicatos da categoria, além de parte do valor ser direcionado ao Ministério do Trabalho e Emprego.

A Assistencial Patronal é cobrada duas vezes por ano, e tem como base de cálculo o número de funcionários empregados em fevereiro e agosto do ano corrente. 

As duas contribuições estão previstas em leis, foram aprovadas em Assembleia Geral (ver Cláusula 52ª da CCT 2021-2022) e são enviadas a associados e não associados.

Já a Mensalidade Associativa é única e exclusivamente cobrada das empresas associadas ao SINGRAFS, trimestralmente, com opção de pagamento em parcela única com desconto.

Para saber mais sobre as cobranças, você pode acessar a área "Contribuições" deste site.

E caso precise de segunda via de algum boleto ou realizar acordo para quitação de pendências anteriores, ligue para (11) 4438-8922. 

Neste domingo (17), foi anunciado o fim da emergência de saúde pública de importância nacional em decorrência da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) no Brasil. O pronunciamento foi feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e teve como justificativas o atual cenário epidemiológico do País e a ampla cobertura vacinal.

Com isto, as medidas para controle da pandemia, criadas e implementadas a partir de fevereiro de 2020, deixam de vigorar. No entanto, o ministro salientou que a decisão de encerrar a emergência sanitária não significa que o vírus e sua transmissibilidade se extinguiram.

Atualmente, o Brasil totaliza 30.252.618 casos confirmados de COVID e 662.207 mortes provocadas pela doença. O Estado de São Paulo, o primeiro local onde o vírus foi identificado no Brasil, soma 5.337.459 casos positivos e 167.847 óbitos.

Nos próximos dias, será publicado um ato normativo oficializando a decisão. Importante ressaltar que a declaração de fim da pandemia cabe à OMS (Organização Mundial da Saúde).

Fontes: Agência Brasil, G1.

Nesta sexta-feira, 15 de abril, não haverá expediente em razão do feriado nacional da Paixão de Cristo.

Retomaremos o atendimento na segunda (18), das 8h às 17h30.

O SINGRAFS é o Sindicato que representa os empresários gráficos do Grande ABC e da Baixada Santista. Como representante patronal, oferece aos associados e não associados serviços e benefícios mantidos por meio das contribuições sindicais. 

Para as gráficas associadas, o SINGRAFS realiza a emissão de Declaração de Regularidade Sindical, Declaração de Idoneidade, Declaração de Capacidade Técnica; consulta sobre pendência de crédito; consulta jurídica trabalhista gratuita, entre outros. 

Para as gráficas não associadas, a entidade está à disposição para sanar dúvidas sobre Enquadramento Sindical e questões relacionadas à Convenção vigente. 

O Sindicato é, também, o representante oficial do empresariado gráfico nas negociações com os Sindicatos Laborais para a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho.

Manter as contribuições sindicais em dia é importante tanto para o funcionamento e manutenção do SINGRAFS quanto para a empresa, para que não tenha problemas com quaisquer tipos de fiscalização. 

Para consultar pendências e verificar a possibilidade de adesão a acordo para quitação das contas em aberto, entre em contato com o Departamento Financeiro pelo telefone (11) 4438-8922.