(11) 4438-8922

O Dia do Empresário Gráfico será comemorado no próximo sábado, 22 de junho. E, infelizmente, a categoria não vive seu melhor momento.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, entre janeiro a março de 2019, o saldo foi de -588 vagas. Os setores que contribuíram para o resultado negativo foram Atividades de Impressão (-465); Edição Integrada à Impressão (-393); Produtos de Papel, Cartolina, Papel-Cartão e Papelão Ondulado (-67); e Serviços de Pré-Impressão e Acabamentos Gráficos (-20). O único que obteve total positivo foi o de Embalagens de Papel, Cartolina e Papel-Cartão (357).

Isto sem falar na crise das grandes livrarias, com Saraiva e Cultura entrando com pedidos de recuperação judicial, e o encerramento das operações da RR Donnelley após mais de 25 anos no Brasil.

Mesmo assim, muitos empresários e empresárias ainda conseguem manter suas fábricas abertas e produzindo. Como vimos pelos dados anteriores, não está sendo uma tarefa fácil.

A ASSINGRAFS e o SINGRAFS parabenizam todos os empreendedores, em especial os do Grande ABC e Baixada Santista, pelo empenho, pelo esforço e pelo trabalho árduo. Contem sempre com o apoio de nossas entidades. Juntos somos mais fortes.

Fonte: Abigraf Nacional - Boletim de Atividade Industrial – Produção na Indústria Gráfica Brasileira Primeiro Trimestre de 2019 (Junho/2019 - nº 42)

A Abigraf-SP (Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo) e o Sindigraf-SP (Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo) realizam, no dia 26 de junho, a Jornada de Gestão. O evento, gratuito, tem apoio de Sebrae-SP, Trevisan Escola de Negócios e FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

A programação inclui três palestras, que terão como temas Gestão Financeira, Plano de Negócios e Planejamento Estratégico. Todas elas serão ministradas na sede da Abigraf-SP.

SERVIÇO

Jornada de Gestão
Data e Horário: 26 de junho, das 9h às 12h45
Local: Rua do Paraíso, 529, Paraíso, São Paulo - SP
Informações:  / (11) 3232-4536
Inscrições: preencher formulário online 

O auditório ASSINGRAFS-SINGRAFS pode ser locado para reuniões, treinamentos e palestras, tanto para empresas associadas como não associadas.

O espaço, localizado em Santo André, acomoda aproximadamente 30 pessoas e é equipado com projetor, telão, ar-condicionado e banheiros.

Para saber mais, entre em contato com nosso Departamento de Comunicação pelo e-mail  ou telefone (11) 4438-8922. 

Informamos que a ASSINGRAFS e no SINGRAFS estão com expediente normal nesta sexta-feira, 14 de junho. O atendimento é das 8h às 18h. 

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo telefone (11) 4438-8922.

A Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego da Prefeitura de Santo André com o Sebrae-SP realizarão, no dia 25 de junho, a oficina "Ganhe Mercado" no CESA Vila Humaitá. Esta é mais uma etapa do Circuito Andreense de Empreendedorismo

O principal tópico será o de conhecer o público-alvo do negócio e, dessa forma, saber como preparar mix de produtos e serviços que possam atingir e atender melhor os clientes e ampliar o empreendimento.

As inscrições estão abertas e vão até o dia 20 de junho. Para isto, é preciso preencher formulário online neste link.

A oficina "Ganhe Mercado" é gratuita e no local haverá atendimento do Sebrae Móvel.

SERVIÇO

Circuito Andreense de Empreendedorismo: Ganhe Mercado
Data e Horário: 25 de junho, com oficina das 9h às 13h, e Sebrae Móvel das 14h às 16h
Local: CESA Vila Humaitá - Rua Guerra Junqueiro, 366, Vila Humaitá, Santo André - SP
Inscrições: bit.ly/2019circuitoandreense10
Informações: (11) 4433-0523

No dia 30 de agosto, a ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica) ministrará o curso “Controle de Cores em Impressão Digital FineArt”. Com duração de nove horas, Bruno Mortara abordará as principais questões sobre produções de originais Fineart, como controle de processo com ênfase no controle de cores, materiais, pós-impressão e boas práticas de conservação.

A programação da aula incluirá explicações sobre o que é a impressão fotográfica Fineart, quais são os limites da modalidade, os requisitos mínimos exigidos, materiais e suas qualidades mínimas, quais são as tintas e substratos a serem utilizados, sistemas de impressão (Rip x Driver, RGB x CMYK), como preparar a fotografia para o Fineart (RAW, espaço de cor para conversão/revelação, Softproof no Photoshop), cuidados básicos de conservação (moldura, passpartout, base, vidro e UV) e controle de cores (tarjas, variações e tolerâncias e modos de medição).

As inscrições para o curso estão abertas e devem ser feitas neste link.

Lembrete: todo associado ao SINGRAFS é, automaticamente, associado à ABTG.

SERVIÇO

Curso ABTG: Controle de Cores em Impressão Digital FineArt
Data e Horário: 30 de agosto, das 9h às 16h
Local: Rua Bresser, 2.315, Mooca, São Paulo – SP
Valores: Estudante: R$ 230
                 Associado: R$ 322
                 Não Associado: R$ 460
Informações: (11) 2797-6700/ 97671-1875

A produção da indústria gráfica brasileira caiu 2,1% na passagem do quarto trimestre de 2018 (outubro a dezembro) para os primeiros três meses de 2019 (janeiro a março), segunda queda consecutiva. Com base neste resultado, a Abigraf Nacional (Associação Brasileira da Indústria Gráfica) revisou a projeção de crescimento da produção física do setor para este ano, passando dos 3,1% iniciais para 1,4%.

Os dados fazem parte do Boletim de Atividade Industrial nº 42, da Abigraf Nacional, referentes ao primeiro trimestre deste ano. A entidade utilizou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) como fonte do levantamento.

Na comparação entre o primeiro trimestre de 2019 e o mesmo período do ano passado, o recuo da produção física da indústria gráfica nacional foi de 2%.

Entre os setores avaliados, as Atividades de Impressão registraram a maior redução no período (-6%), seguidas por Produtos de Papel (com -1,5%).

As Atividades de Impressão, principais responsáveis por impactar negativamente o setor gráfico, compreendem produção de livros, revistas, cartões magnéticos, impressos para fins promocionais e de segurança. Na comparação entre os três primeiros meses de 2019 e os três primeiros meses de 2018, a área também teve retração, desta vez maior que a verificada na passagem entre o quarto trimestre do ano passado e o primeiro deste ano (-6,2%).

Os únicos segmentos que apresentaram índices positivos no período analisado pelo Boletim foram Embalagens de Papel (1,5%) e Indústria de Transformação (0,1%).

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal aprovou, na última quarta-feira (4), o Projeto de Lei (PL) nº 298/2017, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), que muda as regras para jornada de trabalho de 12 horas por 36 de descanso. Segundo reportou o Senado Notícias, a proposta foi encaminhada para análise pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Casa.

O texto prevê que o esquema 12 por 36 no setor de saúde só poderá ser estabelecido mediante acordo individual por escrito. Em empresas e entidades, a jornada deverá ser definida em Convenção Coletiva de Trabalho ou Acordo Coletivo.

A proposta do senador Paim também visava a exigência de autorização prévia de autoridade competente (sindicato representante da categoria) para a adoção deste tipo de jornada, com o objetivo de salvaguardar os trabalhadores e empregadores. Porém, o relator, senador Elmano Férrer (Pode-PI), retirou o trecho do projeto levado para avaliação.

Você pode acessar o PLS (Projeto de Lei do Senado) 298/2017 neste link.

O regulamento da segunda edição do Prêmio Paulista de Excelência em Impressão & Design Luiz Metzler já está disponível. Realizado pela Abigraf-SP (Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo), com coordenação técnica da ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica), o evento conta com o apoio institucional do SINGRAFS (Sindicato das Indústrias Gráficas do ABCDMRP, RGS e Baixada Santista).

As inscrições começaram no dia 3 de junho e vão até 26 de julho. O julgamento será no dia 7 de agosto e a cerimônia de premiação acontecerá em 15 de agosto.

O Prêmio Luiz Metzler 2019 avaliará peças gráficas produzidas em empresas e/ou indústrias localizadas no Estado de São Paulo, cuja fabricação, venda e distribuição sejam regulares. Trabalhos desenvolvidos especificamente para concorrer à premiação ou que sejam destinados a uso da própria gráfica não poderão ser inscritos.

A competição analisará as obras dentro de nove segmentos – Promocional, Editorial, Impressos de Segurança, Cadernos, Embalagens em Geral, Embalagens Flexíveis, Rótulos e Etiquetas, Comunicação Visual (Sinalização) e Impressos em Rotativa Offset -, subdivididos em 28 categorias. Os critérios a serem avaliados serão Melhor Impressão e Acabamento e Melhor Design e Inovação.

Leia o regulamento completo neste link.

O faturamento do setor editorial brasileiro teve redução de 25% no período entre 2006 a 2018. O índice dos últimos 12 anos engloba as vendas direcionadas ao mercado em geral e ao governo (livros didáticos). Quando abrange somente o mercado em geral, a variação é de -31%. Os dados fazem parte de levantamento produzido pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) para a CBL (Câmara Brasileira do Livro) e SNEL (Sindicato Nacional de Editores de Livros).

O estudo revelou que, em 2006, o setor editorial totalizou R$ 6,788 bilhões em faturamento; e R$ 5,119 bilhões em 2018. 

O valor dos livros também sofreu alteração. No período considerado pela Fipe, o preço médio caiu 34%, impactando na receita. A pesquisa abarcou o desempenho em vendas das Obras Gerais; Livros Científicos, Técnicos e Profissionais; Livros Didáticos; e Livros Religiosos.

De acordo com o publicado pela Agência Brasil, entre as justificativas dadas para explicar a queda, estão a falta de hábito de leitura dos brasileiros, expansão de novas tecnologias (o que faria com que um possível leitor optasse por redes sociais, por exemplo, a ler) e a aposta do setor editorial em reduzir o preço médio dos livros e ganho de escala em vendas e não ter obtido resultados expressivos.

O estudo da Fipe para a CBL e o SNEL, chamado "Desempenho Real do Mercado Livreiro – Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro", pode ser visto aqui.