(11) 4438-8922

Em dezembro de 2022, o desempenho da produção das indústrias de pequeno porte caiu de 49,4 pontos para 43,5. De acordo com a Sondagem Industrial da CNI (Confederação Nacional da Indústria), a queda na produtividade interferiu, também, na de empregos criados no setor, que reduziu a pontuação de 48,4, em novembro, para 46,4 pontos.

As diminuições nos índices afetaram as empresas de médio e de grande porte. No período, a evolução da produção nas médias caiu de 48,3 pontos, em novembro, para 42,9 pontos em dezembro. Nas grandes, a retração foi de 48,5 para 42,5 pontos.

A média nacional ficou em 42,8 pontos, abaixo da linha divisória de 50 pontos estabelecida pela CNI. Durante 2022, apenas os meses de março (54,5), maio (53,6), junho (50,1), julho (51,8) e agosto (54,5) ficaram acima do limite, indicando que a produção industrial ainda não conseguiu se recuperar.

No entanto, mesmo com o resultado negativo de dezembro, o indicador do ano passado ainda está acima da média para dezembro (41,8 pontos). E, segundo a CNI, o mês “é marcado pela desaceleração da produção industrial”.

PROBLEMAS NA INDÚSTRIA

A Sondagem Industrial também faz uma listagem dos principais problemas enfrentados pelo empresariado. Nesta última pesquisa, a elevada carga tributária liderou (32,1%), ultrapassando a falta ou alto custo da matéria-prima (31%). Em terceiro, ficou a demanda interna insuficiente (29,8%), seguida por taxas de juros elevadas (23,8%).

Ao se analisar por porte, a principal preocupação elencada pelas pequenas e médias indústrias foi a elevada carga tributária. Já para as grandes, a demanda interna insuficiente. Para saber mais, clique aqui

No próximo domingo (22), São Vicente celebrará 491 anos de sua fundação. Uma das cidades mais antigas do Brasil comemorará o aniversário com show de Diogo Nogueira na Arena Praia do Itararé

Além da apresentação, haverá Corrida Noturna no feriado municipal, e inauguração do Complexo Materno Infantil. Mais informações nas redes da Prefeitura.

No trimestre encerrado em novembro do ano passado, a taxa de desocupação chegou a 8,1%, a menor des o trimestre até abril de 2015. Com isso, o número de brasileiros desempregos no período caiu para 8,7 milhões, o nível de ocupação atingiu os 57,4%. Os dados integram a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) Contínua, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em relação aos empregados com carteira assinada no setor privado, houve aumento de 2,3%. Este índice representa um acréscimo de 817 mil pessoas ao mercado de trabalho formal, o que sinaliza uma redução na informalidade.

O contingente de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado permaneceu estável (13,3 milhões de pessoas) na comparação com o trimestre anterior. Já os por conta própria sem CNPJ recuou 2,9%.

No período analisado, o rendimento médio real cresceu 3% na comparação com os três meses anteriores, chegando a R$ 2.787. Para saber mais, clique aqui.

Nesta quinta-feira (19), a cidade de Praia Grande comemora 56 anos de sua emancipação. Para celebrar a data, haverá a Caminhada dos Emancipadores, a partir das 8h20, na Arena Canto do Forte, e a programação de shows do Estação Verão.

No feriado municipal, moradores e turistas poderão curtir as apresentações de Matuê e Dennis. Na sexta (20), Sorriso Maroto e Zé Felipe cantam seus sucessos. Sábado (21), será a vez de Pabllo Vittar e Luísa Sonza; e domingo (22), Menos é Mais e Alok. A programação completa, que vai até fevereiro, pode ser conferida aqui.

A MP (Medida Provisória) nº 1.159, publicada no dia 12 de janeiro no DOU (Diário Oficial da União), excluiu o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da incidência e da base de cálculo de créditos do PIS/Cofins. As mudanças atingem dois tributos federais e um estadual, embutido nos produtos e serviços vendidos.

A alteração segue um entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal), de que o ICMS é uma receita dos estados, e não dos contribuintes. Por isto, não poderia ser incluído no faturamento das empresas.

Os principais dispositivos do texto, como o da retirada de ICMS da base de cálculo de créditos de PIS/Cofins, passam a valer em 1º de maio. Lembrando que uma MP tem prazo de 60 dias, máximo de 120, para vigorar. 

Fonte: Câmara dos Deputados.

O Governo Federal prorrogou o prazo para encaminhamento de dados de processos trabalhistas no eSocial. Os eventos estarão disponiveis para inserção a partir de 1º de abril, devido a uma atualização da versão de produção para S-1.1 em 16 de janeiro.

A responsabilidade pelo lançamento das informações é de quem pagou a condenação ou acordo. Mesmo sem conseguir informar dados de processos, as empresas poderão inserir ações com trãnsito em julgado ou acordo homologado a partir de janeiro deste ano, com impactos em obrigações trabslhistas ou em pagamentos de FGTS, contribuição previdenciária e fiscal.

Fontes: ConJur, Governo Federal.

Em 2022, a balança comercial brasileira teve superávit de US$ 61,8 bilhões. O valor reflete o saldo entre importações e exportações feitas no período. De acordo com a Agência Brasil, no ano anterior, o resultado foi de US$ 61,4 bilhões.

As exportações subiram 19,1%, e as importações tiveram alta de 24,3%. Somente a indústria da transformação foi responsável por 86% dos itens importados pelo País, seguida pela extrativa (11,3%) e pela agropecuária (2%).

O SINGRAFS é o Sindicato que representa as empresas e o empresariado gráfico do Grande ABC e da Baixada Santista. Em outras palavras, é a entidade sindical patronal dessas duas regiões.

Recentemente, as Convenções Coletivas de Trabalho 2022-2023 para o ABC e Baixada foram assinadas. As Circulares com as principais alterações nas cláusulas econômicas já foram encaminhadas aos associados e não associados por e-mail. Mas dúvidas sobre cálculo do reajuste, PLR e outras disposições sempre surgem, tanto das empresas como dos escritórios contábeis.

Por isto, nos colocamos à disposição para sanar os questionamentos, dando prioridade ao atendimento das gráficas associadas e devidamente cadastradas junto ao nosso banco de dados. Ligue para (11) 4438-8922 e fale com o seu representante sindical.

Lembrando que empresas não associadas, empresas associadas com débitos e empresas do segmento gráfico que integram a base do SINGRAFS, mas que não estão cadastradas, não serão atendidas.

Nesta quinta-feira (12), foi publicada, no DOU (Diário Oficial da União), a Portaria Interministerial nº 26, que reajusta os benefícios pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2022, no valor de 5,93%, foi utilizado como parâmetro.

A medida especifica que, a partir de 1º de janeiro de 2023, benefícios e pensões especiais pagos pela Previdência Social serão corrigidos. O texto diz ainda que "o salário de benefício e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.302", equivalente ao salário mínimo vigente neste ano, "nem superiores a R$ 7.507,49". 

Para saber mais, leia a Portaria na íntegra aqui.

SALÁRIO MÍNIMO 2023

Até o presente momento, o salário mínimo vigente é de R$ 1.302. Houve especulações sobre um novo aumento, desta vez para R$ 1.320. No entanto, o novo Governo decidiu manter o valor definido pela MP nº 1.143.

DAS

Desta forma, a partir de fevereiro, o valor da contribuição mensal devida pelos MEIs (Microempreendedores Individuais) terá como base 5% do novo salário mínimo. Ou seja, equivalerá a R$ 65,10.

MEIs do segmento de serviços contribuirão mensalmente com R$ 70,10 (INSS + R$ 5 de ISS). Empreendedores individuais do setor de comércio ou indústria pagarão R$ 66,10 (INSS + R$ 1 de ICMS). E para os da área de comércio e serviços, o valor da DAS (Documento de Arrecadação do Simples) será de R$ 71,10 (INSS + ICMS + ISS).

Saiba mais:
- Mudança para MEIs: aumento da DAS e e novo padrão de nome empresarial

Fontes: G1, Governo Federal.

A área "Imprima Conosco" foi criada para divulgar, exclusivamente, as empresas associadas ao SINGRAFS.

A lista é dividida por cidades da base territorial da entidade (Grande ABC e Baixada Santista), e exibe informações para contato (telefone, site), certificações e homologações (exemplos: ISO 9001, FSC, FAMA).